Falta muito pouco para o Dia das Crianças. E independente do seu segmento, essa é uma ótima oportunidade de vendas mesmo que seu público-alvo não seja infantil. A data não gera vendas somente para as lojas específicas de brinquedos, pense nisso!

Na lista de desejo da criançada, brinquedos aparecem no topo, seguido por roupas, bonecas, calçados e carrinhos. Além disso, itens eletrônicos como videogame, smartphone e tablets também estão nessa relação de presentes. Mas calma, que no seu supermercado, por exemplo, não precisa ter essa lista completa para o Dia das Crianças.

É hora de usar a imaginação e a criatividade para deixar o PDV estratégico para a data. Bem como vendedores preparados para influenciar o cliente às compras. Falando nisso, lembre-se que as crianças são os consumidores e os pais são aqueles que pagam pelos presentes. Assim como o avô, a avó, os tios, os padrinhos, os amigos e por aí vai. Então, vamos às dicas para o Dia das Crianças:

Decoração e vitrine

A data pede balões coloridos para chamar a atenção e por que não distribuí-los aos clientes, não é mesmo?! É uma forma super econômica de decorar a loja e ganhar a confiança da criançada.

A vitrine, por ser a porta de entrada da loja, deve receber uma atenção especial. Use brinquedos, doces, balas, pipoca para criar uma temática. Os balões também caem super bem aqui. Apenas tome cuidado para não extrapolar e deixar a vitrine poluída.

Outra ação que pode valorizar sua campanha é utilizar músicas infantis ou mais animadas para deixar seu estabelecimento ainda mais ambientado com a data. Lembre-se de escolher a altura certa, pois música alta pode incomodar mais do que ajudar.

Atividades Dia das Crianças

Enquanto os adultos vão às compras, as crianças podem ficar em um espaço exclusivo para elas com brincadeiras e brindes em comemoração à data. Lembre-se que neste ambiente é preciso ter monitores para ficar de olho na criançada. Mas se a grana estiver curta, prepare ações dentro da loja mesmo, como distribuição de pipoca, algodão doce, pintura no rosto. São exemplos que podem sair bem conta no Dia das Crianças.

Ah, mas se ainda assim você não tiver espaço dentro da loja ou mesmo em tempos de distanciamento, uma ótima dica é proporcionar atividades online para as crianças, como baixar arquivos para colorir, assistir a vídeos curtos de brincadeiras que podem ser feitas em casa, e até mesmo instruções de como fazer pipa e até mesmo uma receita simples para fazer junto à família.

Redes sociais

Produza conteúdos que chamem a atenção das pessoas que acompanham as suas redes sociai. Divulgue promoções, explicação sobre funcionamento de produtos e até mesmo informações sobre algum tema relacionado ao seu negócio. Isso faz gerar engajamento e acaba atraindo mais seguidores aos seus perfis. Para reforçar O Dia das Crianças, deixe o ambiente das suas páginas nas redes dentro da temática infantil, como foto dos perfis, por exemplo.

Outra boa dica é investir em anúncios segmentados com links direcionados para os produtos utilizando ferramentas como o Facebook Ads e o Instagram Ads , além de fazer anúncios no Google Ads. Uma das ações mais efetivas é o envio de e-mail marketing, com temáticas divertidas e um leque de produtos que tragam a memória afetiva de infância do consumidor.

Promoções Dia das Crianças

Todo mundo gosta de uma promoção. Ainda mais quando podemos aproveitar para fazer aquela compra mais generosa e agradar os pimpolhos. Monte um planejamento para que o tiro não saia pela culatra.

Defina o formato da promoção, se será com oferecimento de brindes, redução de preços, criação de kits de produtos, “compre 1 leve 2” e o que mais sua criatividade lhe permitir. Escolha os produtos que estarão com descontos, analisando preços e conjunturas. No quesito promoções, o momento do checkout também deve ser contemplado.

Já sobre pagamento, ofereça facilidades na hora de passar as compras, ainda mais que próximo ao Dia das Crianças está o Natal e as férias escolares, período onde os pais têm muitos gastos.

  • Por falar em pagamento, está sabendo sobre o PIX?

Embalagem

Muitas crianças esperam ansiosas pelo seu dia, tanto quanto o Natal, e saber fazer uma embalagem que deixa a molecada mais empolgada pode ser um ponto positivo. Busque alternativas e modelos de embrulhos mais apropriados. Em uma busca rápida pelo Youtube é possível encontrar diversos tutoriais de como fazer embrulhos divertidos.

Publicidade regulamentada

Fazer publicidade para o público infantil exige o cumprimento de várias regras específicas, regulamentadas pela Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap). Entre alguns pontos que não são aceitos estão:

  • Uso do imperativo, como “compre” ou “peça para seus pais”;
  • Utilizar conteúdos que promovam o preconceito racial, religioso ou social e que desvalorizem a família, escola, vida saudável, proteção ambiental;
  • Confundir o público com a utilização de publicidade em formato jornalístico;
  • Expor crianças a situações perigosas ou que simulem constrangimento por não poder consumir determinado produto ou serviço anunciado;
  • Menosprezar a alimentação saudável encorajando o consumo excessivo de alimentos e bebidas;
  • Associar crianças e adolescentes a situações ilegais, perigosas ou socialmente condenáveis.

Pronto, coloque em prática as dicas e se prepare para as vendas, pois elas vão acontecer!

Veja também:

Facebook: a diferença entre perfil e página
Cantinho faça você mesmo: implante na loja esse espaço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here