O Triângulo das Bermudas é uma região famosa nos mares do Atlântico onde navios e aviões sumiram inexplicavelmente. Existem diversas teorias que dizem ter descoberto o mistério em torno desses eventos, incluindo, o rapto por parte de extraterrestres.

Mas o que isso tem a ver com o assunto de hoje? Vamos trazer para vocês o conceito e a utilização do funil de vendas para ajudar nas estratégias de marketing digital e reverter as ações em retorno financeiro. Acredite, não é nada de outro mundo e nem está relacionado a extraterrestres (rs). Essa é a relação que falamos no início do texto com o funil de vendas.

Afinal, o que é o funil de vendas então? São estratégias de marketing que estimulam usuários de plataformas digitais a se tornarem clientes da empresa. Por que o nome funil de vendas? Porque é basicamente uma pirâmide invertida, onde no topo, mais amplo, estão todos os potenciais clientes; enquanto na base é quem se tornou fiel a sua marca, compartilhando a experiência com familiares e amigos, gerando novos negócios.

Conhecendo o processo

O funil de vendas é composto por três níveis de atuação. O primeiro é a base, onde se encontram os possíveis clientes com um problema e em busca de soluções. Inclusive, existem pessoas que não sabem que precisam de algo até ver.

Então, é hora de colocar em ação a sua estratégia para transformar esse interesse em negócio. Por meio de plataformas digitais, ofereça algum benefício como ebook, infográficos, em troca do preenchimento de um formulário com dados pessoais. Caso isso se confirme, esse visitante passa a ser um lead. Ou seja, um potencial cliente com interesse em seus produtos ou serviços e avança um nível no funil.

No meio do funil estão os leads em buscam uma solução para os seus problemas. Muitos não sabem como e o seu objetivo nesse nível é ser o facilitador, oferecendo informações sobre os produtos e serviços que eles procuram.

Já no nível final, temos o fundo do funil, com os leads munidos de informações e prontos para se tornarem consumidores. Todo o trabalho, desde a base, teve como objetivo fazer com que cheguem aqui. É hora de mostrar que você é a solução dos problemas e que eles podem confiar.

O funil se fecha após a compra, quando os leads se tornam clientes. Nessa hora, solte fogos e comemore o sucesso da sua estratégia. Porém, não pare, pois existem mais pessoas que podem precisar de você.

Como montar um funil de vendas

Para organizar um funil de vendas eficaz, você deve observar quatro pontos primordiais: mapear o caminho que um potencial cliente percorre antes de realizar uma compra; definir os marcos do processo vendas; determinar as etapas; e otimizar e escalar o funil de vendas.

Vamos começar com o mapeamento do caminho, também conhecido como jornada de compras. É hora de botar a equipe de vendas para buscar contato com maior número de potenciais clientes e descobrir os desejos e quais dificuldades que eles encontram durante a jornada de compras. Feito isso, você já consegue captar alguns leads.

Em seguida, é hora de definir os marcos, ou milestones, do processo de vendas, que nada mais é que facilitar a vida dos leads na jornada. Como, por exemplo, será que ele consegue atingir essa etapa do processo sozinho? Como posso ajudá-lo?

O penúltimo passo é a definição das etapas do funil de vendas, dando maior suporte possível aos leads em sua jornada, fazendo com que o processo de compra avance até sua conclusão.

Por fim, fechando o processo de criação de um funil de vendas efetivo, é hora de operacionalizar a operação. Para isso, é importante otimizar, definindo indicadores de produtividade e taxas de conversão entre cada uma das etapas que determinam a eficiência da ação. Monitorando as taxas de conversões é possível acompanhar qual eficiente está o processo e enxergar com mais clareza as necessidades de revisão algum processo.

Importante esse processo do funil de vendas, não é mesmo? Se ficou com alguma dúvida ou se precisar de um help maior sobre o assunto, o Flix do Varejo conta com consultores que podem te ajudar nessa jornada. Se já é assinante da plataforma, saiba que a primeira consultoria é gratuita. Agora, se você ainda não conhece a ferramenta, abra sua conta gratuita para experimentação. Clique aqui!

Leia também:

Tabloide: dicas de sucesso para montar o seu
E-mail marketing: ferramentas gratuitas de disparo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here